Aeroporto Internacional de Confins – Tancredo Neves

A construção do Aeroporto Internacional Tancredo Neves/Confins nasceu de contingências inadiáveis para o transporte aéreo da região metropolitana de Belo Horizonte (MG). No início da década de 1970, com o avanço tecnológico da indústria aeronáutica, colocando nos céus sofisticadas aeronaves de passageiros e cargas, ficou evidente que a infraestrutura aeroportuária existente não suportaria a demanda nos anos seguintes.

O Ministério da Aeronáutica, em parceria com o Governo do Estado de Minas Gerais, iniciou estudos para viabilizar a construção de um aeroporto de nível internacional. Assim, em 3 de julho de 1978 foi criada a Comissão Coordenadora do Projeto Aeroportuário de Belo Horizonte – COPAER/BH, que elaborou o projeto e efetuou a construção entre os anos de 1979 a 1983.

Crescimento

A partir de 2004, com a transferência de todos os vôos nacionais do aeroporto da Pampulha para Confins, o aeroporto passou a apresentar crescimento surpreendente, saindo de uma média que não chegava a atingir 1 milhão de passageiros/ano para mais de 4 milhões em 2007.

O aeroporto está localizado em uma região famosa por seu importante acervo científico-cultural, compreendendo as descobertas paleontológicas e arqueológicas do cientista dinamarquês Peter Wilhelm Lund. Recentemente, o mais antigo crânio de ser humano (mulher) das Américas, apelidado “Luzia”, com cerca de 11,5 mil anos, foi encontrado no sítio da Lapa Vermelha, localizado a cerca de 2.700m da cabeceira 16 da pista principal de pouso e decolagem do aeroporto.

Rodovia MG 10 – Km. 39 – Belo Horizonte/MG

  • CEP: 33500-900
  • Tel.: (31) 3689.2700
  • Fax: (31) 3689.2090
  • Distância do Centro: 38 km

Associadas da ANCAB neste Aeroporto: