Aeroporto Internacional de Pampulha – Carlos Drummond de Andrade

Desde março de 2005, o Aeroporto de Belo Horizonte voltou à sua vocação original e opera apenas vôos regionais para o interior do Estado. A pedido da Prefeitura de Belo Horizonte, o aeroporto mantém, temporariamente, sete vôos diários com destino a São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Construído na década de 30, o Aeroporto de Belo Horizonte tem capacidade para atender até 1,5 milhão de passageiros ao ano. Com o crescimento da cidade, transformou-se em aeroporto central, inserido no contexto urbano de Belo Horizonte.

Crescimento

Atualmente, o aeroporto tem se firmado como um importante elo regional do Estado, com mais de 40 vôos para o interior. Desde a transferência dos vôos para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, a aviação regional tem registrado crescimento acima dos 60%.

O Aeroporto de Belo Horizonte está instalado em uma área de dois milhões de metros quadrados, na região da Pampulha, distante oito quilômetros do centro da cidade.

Ao longo dos 4,5 mil metros quadrados do terminal de passageiros estão distribuídos restaurante, lanchonete, produtos típicos regionais, banca de jornal, locadoras de veículos, serviços bancários, balcão de rádio táxi e lojas de artigos importados.

Uma linha de ônibus executivo liga o aeroporto ao centro e também ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves. O local conta com estacionamento com capacidade para 160 veículos.


Associadas da ANCAB neste Aeroporto: