Notícias - ANCAB

Notícias sobre Aeroportos 30 de Maio de 2016

O GLOBO
Lufthansa suspende voos à Venezuela
Aeroporto da Rio-2016 está sem voos noturnos por motivo... inusitado
Anac multa concessionário de Viracopos em R$ 95 milhões
Avião pequeno cai no rio Hudson, em Nova York
Incêndio em motor de avião sul-coreano fecha aeroporto em Tóquio
Ministro defende que Infraero venda participações em aeroportos
Airbus detecta sinais do avião da Egyptair, diz agência
 
FOLHA DE SÃO PAULO
Ministro defende vender participação da Infraero em grandes aeroportos
DIMMI AMORA
DE BRASÍLIA
O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, vai defender que o governo diminua a quantidade de ações que tem nas cinco grandes concessões de aeroportos realizadas entre 2012 e 2013.
Segundo ele, a decisão vai caber ao conselho formado para gerenciar concessões no país — que tem o presidente interino Michel Temer no comando— e ainda depende de análises sobre a viabilidade e o melhor momento para ocorrer. Mas ele não teria objeção à venda das participações societárias da estatal nas concessões.
"Esse vai ser o primeiro assunto a ser tratado em relação a Infraero. Se fala que a Infraero pode vender parte de sua participação ou totalmente. Isso vai depender de mercado, atrativo, vários fatores que devem ser analisados a partir da realidade econômica que vamos vivenciar. Eu não tenho resistência nenhuma [a defender a venda]. Vou defender uma menor participação", disse o ministro que assumiu a pasta há duas semanas.
Nas concessões dos aeroportos de Guarulhos, Campinas (SP), Brasília (DF), Galeão (RJ) e Confins (MG), o governo fez leilão para escolher uma empresa privada que obrigatoriamente deveria ser sócia da estatal no gestão da unidade. A Infraero era obrigada a ficar com 49% das ações da empresa concessionária e o vencedor do leilão com os 51% restantes.
A medida foi criticada por empresas e órgãos de controle mas era defendida pelo governo como forma de melhorar a Infraero, que ganharia a experiência de sócios internacionais para gerir os 60 aeroportos que ela ainda teria a administrar. Além disso, a participação também reduzia as críticas de setores do PT contrários a privatizações.
Mas o custo para participar dessas concessões é elevado, já que a Infraero fica responsável por pagar 49% das capitalizações feitas na nova empresa. Como a empresa perdeu recursos com a privatização de seus melhores aeroportos e ficou com a maior parte dos servidores que neles trabalhavam, a estatal acabou registrando prejuízo em 2015 de R$ 500 milhões.
Quem acabou pagando a conta das capitalizações nas concessões foi o Tesouro do governo federal, que já havia aplicado quase R$ 1 bilhão até o ano passado nas cinco concessões. Há uma ameaça de que o governo tenha que colocar ainda mais capital nessas companhias neste ano, já que elas pediram para não pagar a outorga anual obrigatória alegando falta de recursos.
Para Quintella, esse modelo não é mais sustentável e a Infraero não vai mais participar das próximas quatro concessões, previstas para o segundo semestre.
"Isso já está decidido", afirmou o Ministro que não tem qualquer estimativa de valor que poderia alcançar a venda dessas ações.
Em relação a outras concessões, o ministro afirmou que vai definir na próxima semana dentre as opções deixadas pelo sucessor um grupo de investimentos que serão levados à primeira reunião do PPI (Programa de Parceria em Investimento), o que deve ocorrer em junho. Segundo ele, lá serão escolhidos os que vão primeiro a leilão.
O ministro também afirmou que defenderá com prioridade que o governo autorize obras não previstas em concessões que já operam portos, rodovias e ferrovias em troca de compensação dos atuais concessionários.
"Isso é prioridade porque a empresa já tem como investir. O governo tem pressa. O que não tiver impedimento legais ou de órgãos de controle, o interesse é renovar", afirmou.
DINHEIRO
Quintella também afirmou que, com a aprovação da nova meta fiscal, com déficit primário de R$ 170,5 bilhões, vai solicitar ao governo aumento do limite de gastos do ministério para este ano. Segundo ele, com o valor previsto, não seria possível manter sequer a conservação das estradas federais.
De acordo com Quintella, o ministério –que antes estava responsável por rodovias e ferrovias– vinha gastando em média R$ 12 bilhões por ano. Em 2015 esse valor caiu para R$ 8 bilhões e para 2016 eram previsto apenas R$ 5,8 bilhões. Como havia dívidas a pagar do ano passado e outros pagamentos do ano, o ministério tinha apenas R$ 1,3 bilhão para pagar tudo até o fim do ano.
"Teríamos que parar 63 obras e não haveria dinheiro para manter as estradas", afirmou o ministro que vai pedir autorização para gastar mais R$ 4 bilhões até dezembro.
O novo ministro também afirmou que vai defender que haja "o mínimo possível" de interferência política na escolha de diretores das três agências reguladoras do setor. Mas, segundo ele, a escolha é uma decisão do presidente interino e caberá a ele as escolhas.
"Acho que precisamos blindar [as agências de interferência política]. Mas esse tom quem tem que dar é o presidente. Temos que dar garantia para os investidores com estabilidade e segurança jurídica", afirmou Quintella.
 
Avião é furtado dentro de aeroporto de Cuiabá; PF suspeita de uso
para tráfico
THIAGO AMÂNCIO
DE SÃO PAULO
Um avião foi furtado na manhã desta quarta-feira (25) em pleno Aeroporto Internacional Marechal Rondon, na região metropolitana de Cuiabá (MT). O monomotor pertence à TV Centro América, afiliada local do Grupo Globo.
De acordo com a Polícia Federal, os bandidos arrombaram a porta do escritório anexo ao hangar onde estava a aeronave, modelo Cessna 210L, com capacidade para cinco passageiros. Lá, além das chaves do avião, furtaram o equipamento que guardava as imagens captadas pelas 16 câmeras do local.
A PF investiga o crime e suspeita que mais de uma pessoa esteja envolvida no furto, pelo peso da porta do hangar. A hipótese principal é que a aeronave tenha sido roubada para ser usada no tráfico internacional de drogas. Pelas suas características –sobrevoa em baixa altitude–, pode ser utilizada para arremessar pacotes de entorpecentes do alto.
Segundo a direção da TV Centro América, os ladrões fizeram um plano de voo em nome do piloto, que dava aulas de pilotagem no local, em direção a Cáceres, na fronteira com a Bolívia. O sumiço foi percebido quando o piloto chegou ao hangar na manhã desta quarta, e um colega estranhou a presença dele, afirmando que viu o veículo decolar pouco antes.
É o único avião da TV, e era usado sobretudo para fazer filmagens aéreas, segundo a direção do canal. A aeronave foi adquirida em 1997. Hoje, uma do mesmo modelo pode ser encontrada por até R$ 700 mil em sites de venda na internet.
 
O ESTADO DE SÃO PAULO
Momento difícil para o segmento
Consórcio de Viracopos é multado em R$ 95 milhões
Avião cai e mata 4 no interior de Goiás
Lufthansa suspende voos para Venezuela em razão da crise política e econômica no país
Ministro defende venda de participação da Infraero em concessões
Lojas de Cumbica podem ser fechadas por falta de licença e alvará
 
CORREIO BRAZILIENSE
Avião de pequeno porte cai em Goiás, deixando pelo menos quatro mortos
Anac multa Viracopos em R$ 95,050 mi por atraso em entrega de obras
280 mil pessoas passarão pelo Aeroporto de Brasília durante o feriado
 
O ESTADO DE MINAS
Anac multa Viracopos em R$ 95,050 mi por atraso em entrega de obras
Ministro dos Transportes aprova venda de participação da Infraero em concessões
Demanda doméstica cai 12,21% em abril ante abril de 2015, diz Anac
 
AGÊNCIA BRASIL
Caixas pretas do voo da Egypt Air começam a ser procuradas dentro de 12 dias
Empresa internacional fará busca de caixas-pretas do avião da Egyptair
Avião da EgyptAir: buscas submarinas começam nos próximos dias
Avião da Egyptair não apresentava problemas técnicos quando decolou de Paris
 
G1
Anac multa concessionária de Viracopos em R$ 95 milhões
 
JMTV 2ª EDIÇÃO
Diminui o número de voos no aeroporto de São Luís
 
CBN
Ministro da Aviação é favorável à venda de participações da Infraero
Três maiores companhias aéreas eliminaram mais de 3,5 mil vagas no 1º trimestre
 
DFTV 2ª EDIÇÃO
Aeroporto JK tem voos extras para atender passageiros durante feriado
 
JORNAL HOJE
Corte de funcionários nos aeroportos dos EUA faz aumentar fila para o raio-x
 
MTTV 2ª EDIÇÃO
Avião furtado de hangar de aeroporto de MT é encontrado na Bolívia
 
PANROTAS
Anac multa concessionária de Viracopos em R$ 95 mi
Chineses terão 7% de consórcio controlador da Tap
Galeão terá seis salas Vip; quatro no novo Píer
Senado debate MP para melhorias dos serviços aéreos
Min. dos Transportes indica novo presidente da Infraero
Avião da Egyptair não teve problemas técnicos em Paris
GRU pode fechar 82 lojas nos próximos dias
Brasília é a 3ª pior capital para conexões; veja lista
 
MERCADO E EVENTOS
EUA: companhias passam a cobrar por famílias que desejam voar na mesma fileira
Anac multa concessionária de Viracopos em R$ 95 milhões por atraso nas obras
Até maio, mais de 70 mil passageiros da American já perderam seus voos; entenda
Falta de comissários coloca expansão do Grupo Lufthansa em xeque; entenda
Guaruja lança edital para ter aeroporto regional
 
JORNAL DE TURISMO
Guarujá lança editais para o aeroporto metropolitano
Demanda e oferta doméstica mantêm recuo em abril
 

ico indique amigo

ico facebook

Clima em SP e Brasil

 

Conversor

Newsletter




Joomla Extensions powered by Joobi

Contatos

(11) 5090.1515
Av. Vereador José Diniz, 3.651 - 1º andar
Campo Belo/SP - Brasil
CEP: 04603-003
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.